Notícias » Europa

Ministério da Defesa da Ucrânia estima que 4,3 mil soldados russos foram mortos

Os óbitos, decorrentes das tentativas de invasão, foram revelados pela vice-ministra da Defesa da Ucrânia, Hanna Malyar

Wallacy Ferrari Publicado em 27/02/2022, às 13h19

Imagem meramente ilustrativa das Forças Armadas da Ucrânia em formação
Imagem meramente ilustrativa das Forças Armadas da Ucrânia em formação - Getty Images

Apesar da diferença entre o poderio militar, a Ucrânia também registra baixas do lado rival em números impressionantes, como estimou a vice-ministra da Defesa da Ucrânia, Hanna Malyar, em publicação no Facebook; ela afirmou que 4,3 militares russos já morreram durante a tentativa de invasão ao território ucraniano.

A informação colide com a versão russa, que registra números bem menores, dificultando a checagem de fatos por uma contagem segura. Contudo, a representante da pasta de defesa detalhou as supostas perdas russas, registrando que 146 tanques, 27 aeronaves e 26 helicópteros foram detonados em batalhas.

O conflito, que já se estende por três dias, iniciou por volta das 5h da manhã no horário local (meia-noite no horário de Brasília) da última quarta-feira, 23, com Vladimir Putin classificando a intervenção como uma 'operação militar especial', acrescentando que o 'confronto é inevitável'.

Desde então, os soldados russos avanção em direção a capital Kiev. Na manhã deste domingo, 27, o presidente Volodimir Zelesnki sinalizou interesse em negociar um acordo de paz com o líder russo.