Notícias » Política

Ministro das Finanças canadense renuncia cargo após ser flagrado em férias no Caribe

Rod Phillips era responsável pela província de Ontário e furou a pandemia durante uma série de restrições para evitar viagens não essenciais

Wallacy Ferrari Publicado em 02/01/2021, às 12h19

Fotografia de Rod Phillips
Fotografia de Rod Phillips - Wikimedia Commons

No último dia de 2020, o então ministro das Finanças de Ontário, Rod Phillips, renunciou ao cargo após uma série de críticas devido a descoberta de sua viagem ao Caribe, planejada para o Réveillon, durante a última semana. Membro do Partido Conservador Progressista, ele admitiu que estava na ilha de St. Barts desde o término do calendário legislativo.

A informação foi noticiada pela agência canadense CBC, e foi justificada como uma violação de uma restrição apoiada e promovida pelo governo que Phillips representa, com diversas medidas de restrição a viagens não essenciais, além de estar com medidas de restrição de circulação fixas desde 26 de dezembro, buscando conter a disseminação do novo coronavírus após o Natal.

A pressão também partiu do premiê de Ontario, Doug Ford, que já havia manifestado uma “conversa muito difícil” com o funcionário assim que ele chegasse no país. Após a chegada de Rod ao Aeroporto Pearson de Toronto, a reunião foi feita no mesmo dia, sacramentando sua saída conforme comunicado lançado por Ford.

"Hoje [31], após minha conversa com Rod Phillips, aceitei sua renúncia como ministro das Finanças de Ontário. Em uma época em que o povo de Ontário sacrificou-se tanto, a renúncia de hoje é uma demonstração de que nosso governo leva a sério nossa obrigação de nos mantermos em um padrão mais elevado", concluiu.