Notícias » Rússia

Ministro russo morre ao tentar salvar vida de cinegrafista durante treino

Yevgeny Zinichev, de 55 anos, supervisionava um treinamento no Ártico quando deparou-se uma uma situação de emergência

Pamela Malva Publicado em 08/09/2021, às 20h00

Retrato oficial do ministro russo Yevgeny Zinichev
Retrato oficial do ministro russo Yevgeny Zinichev - Mchs.gov.ru/ Creative Commons/ Wikimedia Commons

Ministro de Situações de Emergência da Rússia desde 2018, Yevgeny Zinichev fazia parte de um treinamento de 6 mil pessoas no Ártico quando algo trágico aconteceu, nesta quarta-feria, 8. Ao tentar salvar a vida de um cinegrafista, o homem de 55 anos faleceu.

Segundo a agência Tass, tudo aconteceu enquanto Zinichev, que já foi segurança de Vladimir Putin, supervisionava o treinamento das equipes de socorros. De repente, o cinegrafista, diretor e roteirista Alexander Melnik, de 63 anos, precisou de ajuda.

Em seu Telegram, a editora-chefe do canal de televisão RT, Margarita Simonian, explicou que Zinichev "estava à beira de um penhasco com um cinegrafista que escorregou e caiu na água". O socorro, então, tornou-se uma obrigação e prioridade para o ministro.

"Ninguém teve tempo de entender o que estava acontecendo quando Zinichev pulou na água atrás do homem que caiu e se espatifou nas rochas", explicou Simonian, pontuando que, assim como Zinichev, o cinegrafista também não sobreviveu à queda.

Ele não hesitou um momento em agir, não como ministro, mas como homem comum, como salvador que realizou um ato heróico", declarou o vice-ministro da pasta de Zinichev, Andrei Gourovich.

Em comunicado oficial, o Kremlin lamentou a “trágica morte” do ministro, afirmando que “o presidente Putin expressou suas sinceras condolências" aos familiares e amigos de Yevgeny Zinichev. Por fim, a nota ainda pontuou que o líder russo e o ministro eram "ligados por muitos anos de trabalho em comum".