Notícias » Mundo

Monólito da Inglaterra: Designer britânico admite ter criado a peça

O artista britânico ainda brincou que, se os alienígenas viessem para a Terra, escolheriam um lugar mais seguro em relação à pandemia de covid-19 - que é o caso da ilha inglesa onde ele instalou sua criação

Ingredi Brunato Publicado em 09/12/2020, às 16h03

O monólito misterioso apareceu na Inglaterra
O monólito misterioso apareceu na Inglaterra - Divulgação/Alexia Fishwick

Nas últimas semanas, a enigmática presença de monólitos pelo mundo movimentou a internet e a mídia internacional. O último deles, que apareceu em uma praia da ilha de Wight, na Inglaterra, já foi explicado: um designer britânico assumiu sua autoria na última terça-feira, 8. 

Segundo contou o artista Tom Dunford, de 29 anos, para a rádio BBC Solent, ele adora designs “futuristas”, relacionados a “ciência e espaço”. 

Ele também brincou que: “Se os alienígenas viessem, acho que eles iriam para o lugar mais seguro que é a Ilha de Wight”. O designer se referia ao fato do território ter o coronavírus mais sob controle que outros locais. 

Tom ainda informou que deixaria sua criação na praia por mais alguns dias, para que as pessoas tivessem a oportunidade de tirar fotos com a peça, e depois a removeria, seguindo o padrão do que houve com os outros obeliscos. 

Outro monólito cuja aparição também foi explicada mais tarde foi o de Utah, nos Estados Unidos, instalado lá por um grupo de artistas. Já os que foram avistados na Califórnia e Romênia permanecem um mistério.

Sobre os monólitos 

Era 18 de novembro, quando uma patrulha rodoviária de Utah, nos Estados Unidos, inspecionava o deserto. Poderia ser mais uma ronda comum, no entanto, eles se depararam com um curioso monólito - nome dado geralmente para objetos constituídos por um único bloco de pedra, mas que nesse caso, é constituído pelo metal - que apresenta mais de 3,5 metros de altura e estava instalado no meio da região desértica.

Depois das fotos do obelisco retangular de metal prateado serem divulgadas pelo Google, internautas do mundo todo começaram a conspirar a respeito do objeto, acreditando que poderia ter sido instalado por alienígenas, em uma espécie de "mensagem para a humanidade".

Em resposta ao caos que se criou na internet, o Departamento de Segurança Pública de Utah disse em nota que, independente do objeto ter 'origem extraterrestre' ou não, ele foi colocado ali ilegalmente.

"É proibido instalar estruturas ou arte sem autorização em terras públicas administradas pelo governo federal, não importa de que planeta você seja", brincou o comunicado oficial.