Notícias » Estados Unidos

Morador da Califórnia é diagnosticado com Peste Bubônica

Segundo o New York Times, é o primeiro caso no estado americano desde 2015

Fabio Previdelli Publicado em 18/08/2020, às 12h03

Yersinia pestis, bactéria que causa a peste bubônica
Yersinia pestis, bactéria que causa a peste bubônica - Wikimedia Commons

Um residente de South Lake Tahoe, na Califórnia, Estados Unidos, foi diagnosticado com peste bubônica. Esse é o primeiro caso humano da doença registrado no estado americano desde 2015. As informações são da CNN Internacional e do New York Times.

De acordo com um comunicado à imprensa da Agência de Serviços Humanos e Saúde do Condado de El Dorado, a pessoa pode ter sido picada por uma pulga infectada enquanto passeava com seu cachorro pela região.

Agora, a vítima está se recuperando em casa sob os cuidados de um profissional médico, disse o comunicado. Entre os sintomas, que costumam aparecer dentro de duas semanas de exposição, estão a febre, náuseas, fraqueza e gânglios linfáticos inchados. Vale ressaltar que, o tratamento com antibióticos pode ser eficaz se a doença infecciosa for detectada precocemente.

As autoridades de saúde de El Dorado dizem que ainda estão investigando as circunstâncias do caso depois de serem notificados do resultado positivo do teste pelo Departamento de Saúde Pública da Califórnia.

"Os casos humanos de peste são extremamente raros, mas podem ser muito graves", disse a oficial de saúde pública do condado de El Dorado, Dra. Nancy Williams, na nota, observando que a peste está naturalmente presente em muitas partes do estado, incluindo as áreas de maior altitude.

O último caso confirmado de peste na Califórnia foi em 2015, quando duas pessoas foram expostas a roedores infectados ou pulgas, durante um passeio no Parque Nacional de Yosemite. Ambas as pessoas foram tratadas e recuperadas.

Antes disso, o último caso havia sido em 2006. Nas últimas décadas, uma média de sete casos da peste foram relatados a cada ano nos Estados Unidos.