Notícias » Mundo

Morcegos na Inglaterra apresentam vírus semelhante ao da Covid-19, descobre pesquisa

Segundo os especialistas envolvidos no estudo, por enquanto, não existe perigo

Ingredi Brunato, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 20/07/2021, às 17h23

Imagem ilustrativa de morcegos
Imagem ilustrativa de morcegos - Divulgação/Pixabay

Recentemente, cientistas que analisavam morcegos na Inglaterra identificaram que os mamíferos portavam um vírus semelhante ao que provoca a covid-19 em humanos. A notícia foi repercutida pela revista Galileu na última segunda-feira, 19.

Batizado de RhFB01, o agente infeccioso é da mesma família dos coronavírus. A princípio, esse novo microorganismo não parece ser uma ameaça para nós, com os especialistas julgando pouco provável que ele seja infeccioso aos humanos. 

De qualquer maneira, a descoberta reforçou a necessidade daqueles que têm contato com esses animais tomarem cuidado, pois ainda existe o risco de mutações alterarem a estrutura do patógeno. 

“Se um morcego com o vírus RhGB01 que encontramos fosse infectado com Sars-CoV-2, haveria o risco de que esses dois vírus se hibridizassem e um novo vírus emergisse com o RBD do SARS-CoV-2, e assim se tornasse capaz de infectar pessoas”, explicou Andrew Cunningham, que esteve envolvido no estudo, em um comunicado divulgado no site da Universidade de East Anglia. 

“Precisamos aplicar regulamentações rigorosas em todo o mundo para quem lida com morcegos e outros animais selvagens”, comentou ainda a professora Diana Bell, especializada em doenças que passam de animais para humanos, também conforme divulgado pela instituição de ensino.