Notícias » Personagem

Morre astronauta Alfred Worden, que circulou a Lua na missão Apollo 15

O piloto do módulo de comando da quarta missão tripulada em solo lunar morreu dormindo

Vanessa Centamori Publicado em 19/03/2020, às 16h45

Alfred Worden
Alfred Worden - Wikimedia Commons

O astronauta da missão apollo 15, Alfred Worden, morreu aos 88 anos de idade, na última quarta-feira, 18. Segundo seu amigo próximo,Tom Kallman, Worden estava em um centro de reabilitação, se recuperando de uma infecção, e faleceu enquanto dormia. 

Worden pilotou o módulo de comando da Apollo 15, que ocorreu entre os dias 30 de julho e 2 de agosto de 1971. A tarefa dele foi permanecer em órbita lunar pilotando o módulo Endeavour, enquanto seus companheiros, David Scott e James Irwin, exploravam a Lua com o Veículo Explorador Lunar, da NASA.

Irwin faleceu em 1991, enquanto que Scott, hoje com 87 anos de idade, é um dos quatro astronautas que já pisaram na Lua e ainda permanecem vivos. Os outros viajantes do espaço que ainda estão entre nós são Buzz Aldrin (Apollo 11), Charles Duke (Apollo 16) e Harrison Schmitt (Apollo 17).

David Scott, Aldred Worden e James Irwin, da Apollo 15 / Crédito: Wikimedia Commons 

 

Buzz Aldrin fez uma pequena homenagem para Alfred Worden no Twitter, onde postou uma foto que tirou com o colega falecido. “Fio grisalho, esteja você em paz, Al da velocidade divina”, escreveu o astronauta da missão Apollo 11. 

Worden não foi apenas o homem que realizou o especial feito de circular a Lua, como também, na viagem de volta, foi o primeiro a fazer o que passou a ser naquela época a caminhada espacial mais profunda da história. Ele andou a uma distância de 322 mil quilômetros da Terra, em uma operação que demorou 38 minutos. 

Durante o retorno de Worden e dos demais astronautas da Apollo 15 à Terra, no dia 7 de agosto de 1971, eles trouxeram na bagagem 77 quilos de rochas para estudos. Passaram também por um pequeno susto, quando um dos três paraquedas de uma cápsula falhou.

Mas, ainda bem, os astronautas conseguiram pousar no oceano com segurança com apenas dois equipamentos restantes, finalizando a primeira missão de longa duração em solo lunar. Aquela aventura, assim como o legado de Alfred Worden, ficaram para a história.