Notícias » Rússia

Morre George Blake: britânico que atuou como espião para a União Soviética

O agente duplo faleceu aos 98 anos e não teve a causa da morte divulgada

Redação Publicado em 26/12/2020, às 09h37

Fotografia de George Blake
Fotografia de George Blake - Wikimedia Commons

De acordo com agências de notícia da Rússia, George Blake, faleceu neste sábado, 26, aos 98 anos de idade. O homem atuou como ex-espião britânico e também foi agente duplo para a União Soviética. As informações são do G1.

Segundo revelado na publicação, o cidadão vivia em Moscou e faleceu no local. Sabe-se que ele se mantinha financeiramente com uma pensão que recebia por ser ex-funcionário da KGB. Até o momento, a causa de sua morte não foi revelada.

"O lendário oficial de inteligência, George Blake faleceu hoje. Ele amava sinceramente nosso país, admirava as façanhas de nosso povo durante a Segunda Guerra Mundial", disse o porta-voz da inteligência russa, Sergey Ivanov, em entrevista para a TASS.

Blake trabalhou como agente duplo durante a década de 1950 e foi denunciado em 1961, o homem foi condenado a 42 anos de prisão, mas, conseguiu fugir e buscou abrigo na Rússia. O ex-espião se declarava um marxista-leninista convicto e, por isso, não se considerava um traidor de sua nação.