Notícias » Personagem

Morre Gianluigi Colalucci, o esplendido restaurador da Capela Sistina

De acordo com publicação dos Museus do Vaticano no Instagram, Colalucci tinha 92 anos

Giovanna Gomes, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 30/03/2021, às 12h20

Capela Sistina
Capela Sistina - Getty Images

Gianluigi Colalucci, italiano que, na década de 1980, liderou a restauração dos afrescos da Capela Sistina, localizada em Roma, morreu aos 92 anos. A informação, segundo a Istoé, foi comunicada pelos Museus do Vaticano na última segunda-feira, 29.

Colalucci teve um importantíssimo papel ao comandar a limpeza da Capela Sistina, iniciada em 1980 e que teve fim 14 anos depois, em 1994. É graças a sua iniciativa que hoje podemos perceber nos mínimos detalhes a obra do pintor Michelangelo, o que inclui até mesmo cores que permaneceram ocultas ao longo de muitos anos em razão de restaurações e da censura.

Na época, a restauração foi financiada pela emissora de televisão japonesa Nippon Television, a qual pagou 4,2 milhões de dólares para a obra em troca da possibilidade de gravar o trabalho realizado.

No Instagram, os Museus do Vaticano publicaram a seguinte mensagem: “Morreu esta noite o mestre Gianluigi Colalucci. Foi ele que liderou o trabalho de restauração dos afrescos de Michelangelo na Capela Sistina, considerada por muitos a restauração do século. As cores atuais da abóbada e o Juízo Final de Michelangelo, que agora podem ser admirados em todo o seu esplendor, devem-se à sua coragem e talento.”