Notícias » Personagem

Morre homem que tinha casamento recorde

Segundo o Guinness, os idosos se casaram antes da invenção da TV

Giovanna Gomes Publicado em 26/10/2020, às 09h00

Julio Mora com a esposa Waldramina Quinteros.
Julio Mora com a esposa Waldramina Quinteros. - Divulgação

Julio Mora, o homem que teve o casamento mais duradouro do mundo, morreu na quinta-feira, 22, aos 110 anos. Ele e sua esposa, Waldramina Quinteros, 104, foram reconhecidos pelo livro dos recordes em junho deste ano como o casal há mais tempo junto, com 79 anos de casamento. Julio morreu pela noite, enquanto dormia.

Segundo o artigo do Guinness, os idosos se casaram antes da invenção da TV, além de que o homem havia nascido antes do naufrágio do Titanic. O casal teria oficializado a união em 7 de fevereiro de 1941, de modo que durou exatos 79 anos, oito meses e 15 dias, de acordo com o Daily Mirror. 

Ao todo, os dois tiveram 11 netos, 21 bisnetos e nove trisnetos. Cecilia, uma das filhas do casal, foi quem encontrou Julio morto na manhã do dia 23.

Segundo Waldramina, o esposo era primo do marido de sua irmã e a conquistou com poesias. "Nós nunca brigamos. Já discordamos, é claro, mas foram coisas triviais. Não foi fácil no começo do casamento, porque nossas famílias não se davam bem, mas com paciência conseguimos uni-los. Acho que somos um bom exemplo para as gerações mais jovens", disse Waldramina.