Notícias » Colômbia

Morre Popeye, principal capanga de Pablo Escobar, aos 57 anos

O sicário estava internado desde dezembro do ano passado após lutar contra um câncer no esôfago

Daniela Bazi Publicado em 06/02/2020, às 15h39

Jhon Jairo Velásquez, o Popeye
Jhon Jairo Velásquez, o Popeye - Divulgação/Youtube

Durante a madrugada desta quinta-feira, 6, morreu Jhon Jairo Velásquez, mais conhecido como Popeye, um dos principais capangas do cartel de Medellín, do traficante Pablo Escobar, aos 57 anos de idade. Ele foi o responsável pela morte de mais de 3.000 pessoas, e ficou preso por apenas 23 anos, após receber liberdade em 2014.

Segundo um comunicado à imprensa publicado pelo Instituto Nacional Penitenciário e Prisional da Colômbia (INPEC), ele teria morrido decorrente a um câncer terminal no esôfago, e estava internado desde 31 de dezembro de 2019.

Comunicado sobre a morte de Popeye / Crédito: Divulgação/Twitter

 

O sicário havia sido preso novamente em 25 de maio de 2018, para responder a um processo de extorsão de famílias do Departamento de Antioquia. Um de seus crimes mais famosos ocorreu em 1989, quando participou do assassinato do então candidato a presidência da Colômbia Luís Carlos Galán.