Notícias » Música

Morre Raul de Souza, trombonista brasileiro reverenciado internacionalmente, aos 86 anos

Responsável pela invenção do trombone de quatro válvulas, o músico popularizou o samba-jazz pelo mundo

Wallacy Ferrari, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 14/06/2021, às 10h53

Raul em vida tocando seu trombone
Raul em vida tocando seu trombone - Divulgação / Instagram / Raul de Souza

O trombonista Raul de Souza, conhecido internacionalmente pelas técnicas de improviso no instrumento que o tornou famoso, faleceu no último domingo, 13, aos 86 anos de idade, em Paris, na França. A notícia foi divulgada pelos familiares do músico em sua página oficial do Instagram. 

Nascido em 1934 no Rio de Janeiro, Raul inspirou gerações de instrumentistas de sopro com o suingado do samba-jazz, inventando o trombone de quatro válvulas — uma a mais que o instrumento tradicional, proporcionando maior maleabilidade de tons. A criação recebeu sua assinatura no nome, sendo batizada de "Souzabone".

A família explicou no comunicado que Raul enfrentava um câncer, mas não resistiu aos problemas decorrentes da doença, lamentando a perda artística: "O nosso herói brasileiro partiu para eternidade, deixando pra todos seu maior legado, sua música. Agradecemos imensamente o apoio que todos vocês sempre manifestaram".

Nos comentários da publicação, o cantor João Bosco e o multi-instrumentista Sandro Haick prestaram condolência pela perda do colega da classe musical: "Que Deus te receba meu amigo com a mesma alegria e felicidade que vc sempre nos tratou! Obrigado em nome de todos os músicos do mundo!", agradeceu Haick.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Raul de Souza (@rauldesouzaofficial)