Notícias » Segunda Guerra

Morre uma das últimas mulheres que atuou como piloto para o Reino Unido na Segunda Guerra

Eleanor Wadsworth integrou o chamado ‘Spitfire Women’ e faleceu aos 103 anos

Penélope Coelho Publicado em 11/01/2021, às 08h09

Fotografia de Eleanor Wadsworth
Fotografia de Eleanor Wadsworth - Divulgação/Arquivo pessoal/Robert Wadsworth

De acordo com informações da BBC publicadas na noite de ontem, 10, pelo portal de notícias G1, uma das últimas mulheres que transportava aviões de combate durante a Segunda Guerra Mundial para o Reino Unido, faleceu aos 103 anos.

Eleanor Wadsworth integrou o chamado ‘Spitfire Women’ como eram nomeadas as mulheres que transportavam as aeronaves do Reino Unido durante o conflito. De acordo com a publicação, a britânica foi funcionária do serviço Auxiliar de Transporte Aéreo (ATA) e segundo os membros da própria instituição, foi uma das 165 mulheres que realizou voos sem o auxílio de rádios naquela época.

Nascida em 1917, em Nottingham, na Inglaterra, Eleanor passou a pilotar despretensiosamente, após ver um anúncio de vagas para mulheres pilotos que não exigia experiência.

Atualmente, ela vivia em Wadsworth, localizada na cidade de Bury St Edmunds, no condado de Suffolk, Reino Unido. Segundo revelado na reportagem, após passar um mês adoentada, a britânica faleceu aos 103 anos de idade.

Com o anúncio de sua morte, Wadsworth foi homenageada nas rede sociais e foi chamada de “incrivelmente corajosa” pelo ex-piloto da Força Aérea britânica, JohnNichol. Eleanor era uma das últimas participantes femininas do ATA que ainda estava viva, juntamente com Nancy Stratford e Jaye Edwards.

Sobre a Segunda Guerra 

Ocorrida entre 1939 e 1945, o segundo conflito militar se dividia entre Eixo (Alemanha, Itália e Japão) e Aliados (França, Inglaterra, EUA e URSS). Com batalhas sangrentas deixando de 70 a 85 milhões de mortos, a Segunda Guerra ficou marcada pelos horrores da Alemanha Nazista e dos campos de concentração, organizados pelo partido de Adolf Hitler.

Nomes como o de Winston Churchill, Franklin D. Roosevelt e Josef Stalin foram de grande importância para combater os regimes fascistas de Hitler e Benito Mussolini. Um dos capítulos mais sombrios e notórios do século 20 deixou marcas na humanidade que, até hoje, não foram totalmente resolvidas.