Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Mundo

Mortes enigmáticas em hotel de Bahamas são solucionadas

Autópsia dos falecidos revelou o motivo comum que os levou ao óbito

Redação Publicado em 24/05/2022, às 17h09

Fotografia do hotel onde a situação ocorreu - Divulgação/ Sandals Emerald Bay Resort
Fotografia do hotel onde a situação ocorreu - Divulgação/ Sandals Emerald Bay Resort

No início deste mês de maio, o resort paradisíaco de Sandals Emerald Bay, localizado nas Bahamas, se tornou palco de três mortes ocorridas em circunstâncias misteriosas.

As vítimas eram turistas norte-americanos que passavam as férias no local turístico, e nenhum apresentava ferimentos ou hematomas que apontassem para a causa de suas mortes, levando a polícia local a iniciar uma investigação para determinar o que realmente teria ocorrido ali. 

Recentemente, a autópsia dos cadáveres, que envolveu um exame de toxicologia, forneceu a resposta, conforme repercutido pelo portal Global News. O trio, que se constituía de um casal e um homem cuja esposa passou mal, mas sobreviveu, sofreu de envenenamento por monóxido de carbono. 

Perigo invisível 

Frequentemente, os vazamentos de monóxido de carbono ocorrem por consequência da instalação imprópria ou falta de manutenção de aquecedores a gás. A substância é tóxica para o organismo, e, dependendo do nível da intoxicação, pode provocar desde dores de cabeça e crises de tontura à morte. 

As vítimas do incidente nas Bahamas estavam no mesmo prédio do resort. No caso do casal encontrado sem vida, a mulher estava deitada na cama, e o homem apoiado no banheiro.

Já o terceiro turista falecido foi descoberto após funcionários atenderem ao chamado desesperado de sua esposa, que havia acordado sem conseguir se mexer. 

Tristemente, Vincent e DonnisChiarella, de 64 e 65 anos respectivamente, programaram a viagem para comemorar o aniversário de casamento. Eles haviam sido hospitalizados no dia anterior ao sofrerem de náuseas e vômitos, contudo, foram liberados.

O pesadelo vivido por Donnis após uma outra noite no hotel foi narrado pelo filho do casal, Austin, em uma entrevista à ABC: 

Ela acordou e meu pai estava deitado no chão, mas ela não pôde correr para ajudá-lo, porque não conseguia se mexer. Suas pernas e braços estavam inchados e ela ficou incapacitada de sair da cama e gritou em direção ao corredor da suíte para alguém destrancar a porta e socorrê-los", contou ele. 

A mulher foi capaz de recuperar-se após o tratamento médico necessário, ainda de acordo com o Global News. 

O Sandals Emerald Bay, por sua vez, ainda não havia se manifestado a respeito dos resultados do relatório policial até a publicação desta notícia.