Notícias » Argentina

Mulher de 84 anos é dada como morta erroneamente e quase passa por cremação

Após a confusão, a idosa foi encaminhada de volta para o hospital, mas, não resistiu e realmente veio a óbito

Penélope Coelho Publicado em 28/01/2021, às 09h58

Hospital La Sagrada Familia, onde a mulher de 84 anos foi dada como morta
Hospital La Sagrada Familia, onde a mulher de 84 anos foi dada como morta - Divulgação / Google Street View

De acordo com uma reportagem do G1, após um hospital argentino atestar erroneamente a morte de uma mulher de 84 anos, a senhora quase foi cremada viva.

Segundo revelado na publicação, o caso aconteceu em Resistencia, na Argentina, no último final de semana. No sábado, a idosa afirmou não estar se sentindo bem e foi encaminhada para o Hospital La Sagrada Familia.

A mulher foi internada no local e no dia seguinte, a instituição afirmou que ela havia morrido após uma parada cardiorrespiratória. 

Logo após receberem a triste notícia, os parentes da paciente se reuniram para planejar a cremação da mulher. Foi somente durante o velório, quando a mulher estava prestes a ser cremada, que uma de suas filhas reparou que a mãe ainda estava respirando.

Os familiares acionaram rapidamente os profissionais de saúde que constataram que apesar de fracos, a idosa ainda tinha sinais vitais. De acordo uma reportagem publicada hoje, 28, pelo UOL, a argentina chegou a ser internada novamente em estado grave, mas, não resistiu e realmente faleceu na noite de ontem, 27, a causa da morte não foi revelada. 

Agora, autoridades do país investigam o caso, o objetivo é entender se houve negligência ou falta de rigor por parte do controle médico, ao atestar erroneamente a morte da idosa.