Notícias » Nazismo

Mulher do Amapá é indiciada por apologia nazista em rede social

A página no Twitter fazia vinculação de símbolos e emblemas nazistas, além de enaltecer o ditador Adolf Hitler

Giovanna de Matteo Publicado em 05/10/2020, às 13h10

Perfil no Twitter de mulher do Amapá, com apologias ao nazismo
Perfil no Twitter de mulher do Amapá, com apologias ao nazismo - Divulgação

Uma mulher de 20 anos foi indiciada nesta segunda-feira, 5, pela Polícia Civil do Amapá  por administrar um perfil no Twitter que fazia apologia ao nazismo. A página foi acusada de vincular símbolos e emblemas nazistas, como a cruz suástica ou gamada e de fazer propaganda ao nazismo e enaltecer o ditador Adolf Hitler. O perfil já possuía mais de mil seguidores.

A 6ª Delegacia de Polícia de Macapá ficou responsável pela investigação, que localizou o perfil após diversas denúncias de internautas. A página acabou sendo excluída, no entanto, a polícia conseguiu identificar a responsável pelo perfil através de informações fornecidas pelo Twitter. O crime em que a mulher está sendo acusada tem como pena um a três anos de reclusão e multa.

Algumas publicações que a Polícia Civil teve acesso foram divulgadas. Entre elas foi possível ver uma foto de Hitler e sua esposa Eva Braun com a legenda "Adolfinho e a Eva Braun". Em outro post também foi publicado uma foto de uma bandeira com a cruz suástica e a bandeira de Gandsden - famosa entre grupos supremacistas brancos.

Segundo o delegado Leandro Leite, responsável pela investigação, o perfil teria sido criado em maio de 2018. "O enaltecimento e a apologia ao nazismo devem ser coibidos por toda a sociedade e a Polícia Civil atuou no sentido de debelar o crime, primeiro com a identificação e agora com o indiciamento da mulher que agora deverá responder criminalmente", disse ele.

A identificação da mulher não foi divulgada. A polícia continua com a investigação na tentativa de descobrir se há, no Brasil, alguma organização coordenando redes de apologia ao nazismo, ou se o crime é de autoria única.