Notícias » Bizarro

Mulher é proibida de entrar com gato em academia e faz exercícios nua em protesto

A mulher chegou a ameaçar funcionários com uma granada de mão quando soube que sua matrícula foi cancelada

Wallacy Ferrari Publicado em 12/09/2020, às 12h15

A mulher durante o acesso de raiva
A mulher durante o acesso de raiva - Divulgação / Daily Star

Um acesso de raiva resultou em uma cena cômica na academia World Gym, localizada em Nova Taipé, em Taiwan; no último dia 4 de setembro, uma mulher, identificada como Chien, 56, decidiu pôr em prática uma retaliação ao estabelecimento após ter sua matrícula cancelada. A administração do local havia expulsado a moça por, diversas vezes, tentar entrar com o gato de estimação.

Na ocasião, ela retornou a academia aos gritos, realizando ameaças contra funcionários, afirmando estar munida de uma pistola e uma granada de mão. No meio do surto, decide tirar o vestido e começa a andar pelos aparelhos, realizando alguns exercícios — sendo filmada enquanto malhava na corda naval.

Apesar de estar com diversos funcionários, o grupo não avançou contra a moça, evitando qualquer reação armada; preferiu ligar para a polícia, que chegou no local trinta minutos após a entrada da moça. O gato foi recolhido e a moça resistiu à prisão, desferindo socos e chutes nas autoridades.

Por fim, foi imobilizada pelos oficiais e transportada à força em uma ambulância, sendo presa em flagrante por ofensa sexual, lesão corporal, resistência à prisão e ainda pode responder por ameaça terrorista — ao afirmar que tinha uma bomba — e, ironicamente, por maus tratos ao gatinho.