Notícias » Relíquia

Na Inglaterra, mulher encontra broche que pode ter pertencido ao rei Eduardo IV

Acessório de ouro do século 15, avaliado em R$ 75 mil, aparece em retrato do monarca

Thiago Lincolins Publicado em 11/04/2019, às 14h40

None
Divulgação / BNPS

Enquanto vasculhava um campo localizado em Lincolnshire, na Inglaterra, Lisa Graces, uma mulher de 42 anos, encontrou uma exuberante joia medieval em perfeito estado de conservação. Com a ajuda de um detector de metal caseiro, ela pode ter feito uma grande descoberta que remete ao reinado de Eduardo IV da Inglaterra.

De acordo com as pesquisas, a relíquia encontrada acidentalmente é um broche de ouro usado em chapéus. Além das características exuberantes, o acessório também chamou a atenção dos pesquisadores ao ser comparado com uma pintura do rei Eduardo IV. No quadro, o monarca aparece utilizando uma joia semelhante à que foi encontrado por Grace.

"Pintura que mostra o monarca com uma joia semelhante a que foi encontrada por Grace / Getty Images 

Eduardo IV foi o primeiro monarca inglês da Casa de York. O seu reinado foi de 1461 até 1471, quando faleceu, em Londres. O broche, avaliado em £ 15.000 (aproximadamente R$ 75 mil), tem o formato de um sol com raios - emblema pessoal do rei - e uma ametista no centro.

"Como o campo havia sido arado recentemente, a joia não estava escondida muito abaixo do solo", afirmou Grace em entrevista ao Daily Mail.

O broche no momento da descoberta / Divulgação BNPS

Os especialistas acreditam que um membro da corte perdeu o broche durante uma batalha. Isso porque o reinado do monarca foi marcado por conflitos de poder, inclusive no local em que o acessório foi encontrado.

Alguns também levantam a teoria de que a peça era do próprio Eduardo IV.