Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Rim de porco

Mulher que recebeu transplante de rim de porco tem órgão removido após 47 dias

Paciente foi a segunda pessoa a receber um transplante de rim de porco, mas a equipe médica responsável por ela precisou remover o órgão na semana passada

por Giovanna Gomes

ggomes@caras.com.br

Publicado em 06/06/2024, às 11h50

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
A paciente Lisa Pisano - Divulgação/NYU Langone Health
A paciente Lisa Pisano - Divulgação/NYU Langone Health

A segunda paciente a receber um transplante de rim de porco geneticamente modificado precisou ter o órgão removido após complicações. A cirurgia foi comunicada pela equipe médica do NYU Langone Transplant Institute, nos Estados Unidos, na quarta-feira, 5.

Segundo informações do portal Metrópoles, antes do transplante, realizado em abril, Lisa Pisano estava em estado terminal devido a insuficiências cardíaca e renal. Embora o rim não tenha mostrado sinais de rejeição, ele acabou sendo danificado, de modo que precisou ser removido na semana passada.

O problema foi causado pelo fluxo sanguíneo inadequado de uma bomba cardíaca, a qual havia sido implantada na paciente oito dias antes do transplante do rim.

Quadro é estável

A paciente, que tem 54 anos, permanece no hospital em estado estável e voltou a fazer diálise renal após a remoção do rim de porco. A bomba cardíaca continua funcionando, e os médicos estão otimistas de que Lisa poderá receber alta e voltar para casa em breve.

Lisa é uma pioneira e uma heroína no esforço para criar uma opção sustentável para pessoas que aguardam um transplante de órgão”, declarou Robert Montgomery, diretor do instituto, em entrevista ao jornal The New York Times.