Notícias » EUA

Mulher realiza fraude e recebe R$2,5 milhões de auxílio nos EUA

Americana utilizou informações pessoais roubadas para obter o dinheiro do governo

Giovanna Gomes Publicado em 17/12/2020, às 08h46

Dólares
Dólares - Pixabay

Uma mulher recebeu mais de US$ 500 mil, o que resulta numa quantia de mais de R$ 2,5 milhões em benefícios pagos pelo governo americano durante a pandemia de Covid-19.

A californiana Cara Marie Kirk-Connell se declarou culpada na última quarta-feira, 16, por ter utilizado números de Seguro Social e outras informações pessoais roubados para obter o auxílio, de acordo com o UOL.

A mulher reconheceu, por meio de acordo, ter conseguido cartões de débito no valor de mais de 500 mil dólares do Departamento de Desenvolvimento de Emprego da Califórnia a partir do uso de informações pessoais roubadas.

O auxílio é destinado apenas a proprietários de empresas, trabalhadores autônomos e contratados independentes, que perderam empregos ou renda durante a pandemia de covid-19.

Segundo os promotores, Kirk-Connell admitiu no Tribunal Distrital de Los Angeles ter comprado identidades roubadas e assistido a vídeos no YouTube sobre como fraudar pedidos de auxílio. Agora, ela pode pegar no máximo 10 anos de prisão quando for sentenciada em abril.