Notícias » Estados Unidos

Multinacional norte-americana decide retirar temporariamente armas de fogo de suas prateleiras

De acordo com a rede de lojas, a medida se deu para precaver possíveis agitações ligadas às eleições nos EUA

Redação Publicado em 30/10/2020, às 11h12

Fachada do Walmart
Fachada do Walmart - Wikimedia Commons

Na última quinta-feira, 29, a rede de supermercados Walmart decidiu retirar armas e munições de suas prateleiras nos Estados Unidos, a medida acontece às vésperas das eleições presidenciais no país. As informações são do portal de notícias UOL.

Nos EUA, é comum a presença de armas de fogo expostas em lojas, contudo, a multinacional decidiu tirar os produtos de exposição, mas, continuará realizando vendas. O Walmart anunciou que a decisão temporária acontece para proteger funcionários e clientes.

"Vimos alguns distúrbios isolados e, como fizemos em várias ocasiões nos últimos anos, removemos nossas armas de fogo e munições das áreas de vendas como precaução para a segurança de nossos associados e clientes", informou a gigante do varejo em nota ao Wall Street Journal.

A rede tomou uma decisão semelhante na época dos protestos depois da morte do segurança George Floyd, em junho desse ano. As eleições nos Estados Unidos estão marcadas para o dia 3 de novembro e nos últimos dias, diversos estabelecimentos têm tomado algumas precauções a fim de evitarem confrontos relacionados às votações.