Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Inglaterra

Museu Britânico recupera 626 tesouros históricos desaparecidos, incluindo itens de a.C.

O museu localizado em Londres anunciou que recuperou 626 objetos desaparecidos, e alguns estavam sendo vendidos no eBay; confira!

Fachada do Museu Britânico e especialistas do local analisando gemas semipreciosas - hulkiokantabak, via Pixabay e Reprodução / Museu Britânico
Fachada do Museu Britânico e especialistas do local analisando gemas semipreciosas - hulkiokantabak, via Pixabay e Reprodução / Museu Britânico

O Museu Britânico, em Londres, anunciou a localização de 268 objetos anteriormente considerados desaparecidos ou roubados. De acordo com um comunicado da instituição, esse número, somado aos itens já recuperados, totaliza 626. Esses achados fazem parte de uma operação global, que abrange países da Europa e da América do Norte.

A instituição também informou que está investigando novas pistas para recuperar cerca de 100 objetos adicionais. Segundo o jornal americano The New York Times, em 2021, autoridades do museu foram avisadas sobre um possível ladrão entre os funcionários.

Gemas semipreciosas recuperadas pelo Museu Britânico - Reprodução / Museu Britânico

Naquele ano, Ittai Gradel, um negociante dinamarquês especializado em joias antigas, entrou em contato com a prestigiada instituição londrina apresentando provas de que três gemas das coleções do museu haviam sido oferecidas no site de comércio eletrônico eBay. Entre as peças recuperadas estão gemas semipreciosas, datadas entre o século 15 a.C. e o século 19 d.C.

A equipe do Museu Britânico se recusou a desistir. Através de um trabalho de detetive inteligente e uma rede de apoiadores, alcançamos um resultado notável: mais de 600 dos objetos estão de volta conosco, e mais 100 foram identificados. No total, quase metade dos itens roubados que poderíamos recuperar. É um ótimo resultado, mas não vamos parar por aqui”, relatou o presidente da instituição, George Osborne, no comunicado à imprensa.

Tesouros danificados

O museu estima que aproximadamente dois mil itens estavam danificados ou desaparecidos no total. Entre esses, cerca de 1.500 não foram localizados na fase inicial da operação. Com a recuperação dos 268 itens anunciados, 626 dos objetos anteriormente desaparecidos já estão de volta ao museu, segundo o portal O Globo.

No entanto, entre os danificados, há alguns que não poderão ser recuperados, de acordo com o museu: “Dos aproximadamente 500 itens danificados, cerca de 350 tiveram porções de ouro removidas (o que infelizmente acreditamos ser improvável de recuperar) e cerca de 140 foram danificados por marcas de ferramentas”, informa o comunicado.