Notícias » Estados Unidos

Museu organiza aniversário de veterano mais velho vivo dos EUA da Segunda Guerra

Completando 112 anos, o homem recebeu diversas atrações temáticas na porta de casa para respeitar o isolamento social

Wallacy Ferrari, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 14/09/2021, às 12h02

Brooks recebe trio de cantoras temáticas
Brooks recebe trio de cantoras temáticas - Divulgação / The National WWII Museum

O mais velho veterano vivo que defendeu os EUA durante a Segunda Guerra Mundial recebeu um aniversário especial durante o último domingo, 12, quando completou 112 anos.

Lawrence Brooks foi homenageado pelo Museu Nacional WWII, em Nova Orleans, com desfile de jipes da época, bolo temático e até uma apresentação musical na porta de sua casa.

Brooks assistiu as apresentações que reproduziam a década de 1940 na varanda de casa, recepcionando moradores locais e até mesmo o governador de Louisiana, John Bel Edwards.

O político publicou uma foto com o veterano no Twitter, agradecendo a bravura: “Sr. Brooks, todo o estado da Louisiana agradece por seu serviço e todos nós lhe desejamos um feliz aniversário”.

Não foi a primeira vez que o ex-combatente teve a trajetória celebrada. No ano passado, um voo de aeronaves da Segunda Guerra foi programado sobre a casa do homem, limitando a aglomeração pela pandemia do novo coronavírus. Anteriormente, seus aniversários eram celebrados no museu que promoveu os eventos.

De acordo com os registros militares, Brooks serviu no 91º Batalhão de Engenheiros, que se instalou estrategicamente entre Nova Guiné e nas Filipinas, apoiando os oficiais e atingindo a patente de Soldado de 1ª Classe. Ao retornar, casou-se e teve 5 filhos, que geraram 13 netos e 22 bisnetos até hoje.