Notícias » Coronavírus

Mutação de covid-19 da Inglaterra se espalhou para 26 países

A variante britânica está em 13 nações europeias; na América do Sul, sua presença foi relatada somente no Chile

Isabela Barreiros Publicado em 31/12/2020, às 07h00

Imagem meramente ilustrativa do coronavírus
Imagem meramente ilustrativa do coronavírus - Pixabay

A variante britânica de covid-19 foi detectada em 26 países ao redor do mundo, sendo 13 deles europeus, conforme informado pela agência Centro Europeu de Controle de Doenças (ECDC) na última quarta-feira, 30. As informações são do portal UOL.

Na Europa, os países que registraram pessoas com a mutação do coronavírus Sars-CoV-2 foram os seguintes: Alemanha, Bélgica, Dinamarca, Espanha, Finlândia, França, Islândia, Irlanda, Itália, Holanda, Noruega, Portugal e Suécia.

No entanto, não foi apenas na Europa que cidadãos foram infectados com a variação. O vírus foi longe, chegando a países de diferentes regiões. Na América do Sul, ele apareceu apenas no Chile, mas as outras nações que tiveram casos foram Austrália, Canadá, Cingapura, Coreia do Sul, Estados Unidos, Hong Kong, Índia, Israel, Japão, Jordânia e Líbano.

Essa não é a única mutação sofrida pelo novo coronavírus: acredita-se que, atualmente, existam mais de quatro mil, o que torna as variações muito comuns. No entanto, a britânica demonstrou-se ainda mais contagiosa, o que preocupou pesquisadores. 

"Embora não haja dados de que as novas variantes causem formas mais graves do coronavírus, os resultados preliminares indicam que podem ser mais contagiosas”, explicou Mike Catchpole, do ECDC. “O risco de sua circulação aumentada na Europa é, portanto, alto, assim como mais hospitalizações e mortes. Monitoramento, testes e rastreamento são essenciais".