Notícias » Bizarro

Na Argentina, milhões de besouros invadem cidade

Com o extremo calor, os animais surgiram e já estão causando danos ao município

Pedro Paulo Furlan, sob supervisão de Pamela Malva Publicado em 13/01/2022, às 19h00

Habitantes de Santa Isabel tentam reter os besouros nestes recipientes
Habitantes de Santa Isabel tentam reter os besouros nestes recipientes - Divulgação / Redes Sociais

A Argentina e o Uruguai têm sido os principais afetados por uma onda de calor recorde no sul da América do Sul, atingindo temperaturas em volta dos 40ºC e registrando números altos como estes desde o começo da semana, na segunda-feira, 10. Na cidade argentina de Santa Isabel, isto tem atraído um fenômeno muito curioso.

Uma quantidade imensa de besouros do tipo coró-das-pastagens, nome científico de Diloboderus abderus, está coabitando com os mais de 2000 habitantes no município. Estimadamente cerca de três milhões de insetos deste tipo totalizam o número que invadiu Santa Isabel e tem causado inúmeros danos.

Nesta quinta-feira, 13, a temperatura marcou 38ºC e a invasão continua a toda força. O chefe da polícia da cidade, Omar Sabaidini, relatou à imprensa argentina os perigos que esta grande quantidade apresenta a Santa Isabel. As informações são da cobertura atualizada do portal de notícias UOL.

Em alguns casos, [os besouros] danificaram telhados de edifícios. Na delegacia, danificaram o forro e, em um estabelecimento comercial, o teto. Em um posto de gasolina, cobriram os ralos".

Por decisão da prefeitura de Santa Isabel, as luzes públicas foram apagadas como tentativa de evitar ser uma atração aos insetos — escolha apoiada por especialistas e biólogos. De acordo com Selene Niveyro, doutora em ciências biológicas, é importante proteger-se contra os insetos, mesmo que eles não piquem.

Embora sejam completamente inofensivos, esses insetos são pesados e colidem violentamente com tudo em seu caminho, por isso é recomendável cobrir o rosto e os olhos para evitar ferimentos por impacto", afirmou