Notícias » Austrália

Na Austrália, vítimas de violência doméstica receberão auxílio para deixar seus companheiros

A nova medida tem recebido críticas de parte dos australianos

Redação Publicado em 20/10/2021, às 09h31

Imagem ilustrativa sobre violência doméstica
Imagem ilustrativa sobre violência doméstica - Imagem de Tumisu por Pixabay

O governo australiano deu início a uma política que auxilia financeiramente pessoas que sofreram violência doméstica, independente de seu gênero. O objetivo, segundo os idealizadores do projeto, é que as vítimas deixem os parceiros abusivos e tenham como se manter sozinhas. No entanto, nem todo mundo tem concordado com a ideia.

Enquanto uma parcela da população considera a iniciativa essencial, alguns australianos acreditam que a saída encontrada não trata do problema pela raiz. Conforme informações da CNN World, a oferta é de 5 mil dólares australianos, valor que equivale a 20,9 mil reais.

Para a diretora executiva do Victorian Women's Trust, Mary Crooks, é necessário romper com o sistema patriarcal. "Há uma grande questão moral, ética e política aqui. Por que ela tem que passar por esse trauma e deslocamento extraordinários em sua vida, se ela não foi, de fato, quem está perpetrando o dano?"

"Por que ela tem que ser a responsável por pegar as crianças e animais de estimação rapidamente e, possivelmente, não conseguir um lugar em um refúgio?", questionou Crooks.

O projeto surge em meio ao avanço do desemprego e às restrições de deslocamento da pandemia de Covid-19, uma vez que esses fatores teriam dificultado que muitas mulheres tomassem a decisão de deixar seus companheiros.