Notícias » Arqueologia

Na China, arqueólogos encontram construções em antiga Rota da Seda

Localizado abaixo de tumbas da Dinastia Han, o assentamento data da Idade do Bronze e revelou diversos artefatos da época

Pamela Malva Publicado em 16/06/2020, às 14h30

Fotografia do assentamento da Idade do Bronze
Fotografia do assentamento da Idade do Bronze - Divulgação/Instituto de Relíquias Culturais e Arqueologia de Xinjiang

Durante pesquisas em torno de antigas tumbas da Dinastia Han, em Xinjiang, na China, arqueólogos encontraram restos de construções da Idade do Bronze. O local fazia parte da antiga Rota da Seda chinesa e os assentamentos datam de 3,5 mil anos atrás.

A descoberta foi feita de forma acidental, já que as estruturas antigas foram sobrepostas por cerca de 30 túmulos com 2 mil anos de idade. Segundo os especialistas, o assentamento encontrado recentemente mede em torno de 500 m2.

Fragmentos de cerâmica / Crédito: Divulgação/Instituto de Relíquias Culturais e Arqueologia de Xinjiang

 

Enterradas a 50 centímetros abaixo das tumbas, as construções da Idade do Bronze se dividem em dois prédios maiores, de quase 200 m2, e três edifícios menores, de cerca de 50 m2 cada. Além dos restos estruturais, ainda foram diversos artefatos da época.

Entre os objetos identificados pelos arqueólogos estavam peças de cerâmica e múltiplos fragmentos de ossos de animais como vacas, ovelhas, cavalos e antílopes. Todos os achados foram escavados pelo Instituto de Relíquias Culturais e Arqueologia de Xinjiang e, agora, devem ser estudados pela instituição.