Notícias » Arqueologia

Na Croácia, arqueólogos encontram raro esqueleto de guerreiro nômade da Idade Média

Sepultado em um túmulo murado, o homem pertenceu à tribo dos Avar, um grupo de conquistadores da Eurásia

Pamela Malva Publicado em 04/05/2020, às 09h00

Sepultura murada encontrada em Vinkovci, na Croácia
Sepultura murada encontrada em Vinkovci, na Croácia - Divulgação/Ivan Bosancic

Explorações no cemitério da cidade de Vinkovci, na Croácia, revelaram restos de um guerreiro Avar datados da Idade Média. Enterrado em um túmulo murado, o esqueleto passou por um antigo ritual de sepultamento da época.

Inicialmente, a sepultura foi descoberta por trabalhadores que estavam expandindo lotes do cemitério. Agora, segundo arqueólogos do museu da cidade, o esqueleto foi encontrado ao lado de um cinto funcional — o conjunto remonta ao fim do século 7.

Além da tumba murada, os cientistas croatas também encontraram um túmulo comum feito de terra. Nele, outro guerreiro Avar foi enterrado com seu cavalo e singulares ornamentos de freio.

Tumba murada e túmulo de terra com cavalo e guerreiro enterrados, respectivamente / Crédito: Divulgação/Ivan Bosancic

 

Na época, ávaros eram tidos como nômades conquistadores originais da Eurásia. Em grupos, chegaram à Europa por volta do século 6 d.C., quando tomaram e se instalaram em outras tribos nômades.

De acordo com Anita Rapan-Papesa, arqueóloga responsável pela equipe de cientistas croatas, a descoberta é bastante valiosa. Seu time, entretanto, tem mais cinco sepulturas Avar para explorar enquanto estudam os restos encontrados.