Notícias » Arqueologia

Na Dinamarca, impressionante brinco de ouro de mil anos é descoberto

A joia, considerada rara, teria sido presente de um imperador bizâncio a um líder viking

Isabela Barreiros Publicado em 13/12/2021, às 14h51

O brinco de ouro descoberto na Dinamarca
O brinco de ouro descoberto na Dinamarca - Divulgação/Nationalmuseet

Um brinco de ouro de mil anos, considerado raro, foi encontrado por um homem que usava um detector de metais em um campo na região da Jutlândia Ocidental, na Dinamarca, anunciou o Museu Nacional de Copenhaguen no último dia 5 de dezembro.

Frants Fugl Vestergaard, de 54 anos, foi responsável pelo achado que remonta ao século 11 e possui um formato de meia-lua e retrata dois pássaros, cada um de um lado, no formato de uma árvore da vida.

Joia de ouro descoberta na Dinamarca / Crédito: Divulgação/Nationalmuseet

 

Segundo especialistas da instituição, a joia pode ter sido um presente dado por um imperador bizâncio a um líder viking dinamarquês em consideração de ele ter trabalhado como guarda-costas pessoal do rei, como noticiou a revista Galileu.

Além disso, Peter Pentz, pesquisador do Museu Nacional de Copenhaguen, que está examinando a descoberta, explicou que o brinco é extremamente raro. Isso porque ele é um dos apenas 12 em todo o mundo, sendo o primeiro encontrado na Escandinávia.

Ele relatou ao ao site alemão Spiegel que o artefato provavelmente veio do Oriente Médio, mais especificamente da antiga cidade grega de Bizâncio ou talvez do Egito. Os viking poderiam trazer uma série de objetos durante viagens, mas quase nunca joias.

Veja mais fotos do brinco de mil anos:

Crédito: Divulgação/Facebook/Nationalmuseet

 

Detalhes do artefato encontrado / Crédito: Divulgação/Nationalmuseet