Notícias » Arqueologia

Na Islândia, pesquisadores acreditam ter encontrado o mais antigo assentamento viking

É possível que o local tenha sido uma espécie de acampamento sazonal para os trabalhadores da região

Isabela Barreiros Publicado em 23/06/2020, às 16h40

Vista aérea do assentamento
Vista aérea do assentamento - Bjarni Einarsson

No leste da Islândia, em Stöð, próximo a vila de Stöðvarfjörður, arqueólogos iniciaram escavações que revelaram um assentamento viking. Os pesquisadores envolvidos na descoberta acreditam que se trata do mais antigo já encontrado na Islândia.

Acredita-se que a antiga estrutura desenterrada tenha sido construída nos anos 800, muito antes das casas que estavam no mesmo local, mas mais visíveis e mais jovens, sobre a terra. É possível que ela tenha sido parte de uma espécie de acampamento sazonal, usado pelos trabalhadores da região apenas durante o verão ou outono.

Crédito: Bjarni Einarsson

 

As residências mais novas estavam repletas de tesouros raros. Foram descobertos objetos como moedas de prata romanas e do Oriente Médio, hacksilvers, contas de vidro, anéis e um pequeno pedaço de ouro.

"É difícil não concluir que é a casa de um chefe”, disse o arqueólogo líder do estudo, Bjarni Einarsson. Essas casas eram compridas, tendo até 75 metros de comprimento e 6 de largura. O pesquisador explicou ainda que o local estava coberto por palha e grama, sendo possivelmente habitações comunitárias durante a Era Viking.