Notícias » Itália

Na Itália, homem atira e mata duas crianças e um idoso

As autoridades tentam entender a motivação do caso que chocou a população italiana

Penélope Coelho Publicado em 15/06/2021, às 07h50

Imagem ilustrativa da polícia italiana
Imagem ilustrativa da polícia italiana - Getty Images

De acordo com informações da agência de notícias ANSA, divulgadas pelo UOL, na última segunda-feira, 14, recentemente, um caso de assassinato envolvendo duas crianças e um idoso chocou a população da Itália.

Segundo revelado na publicação, o crime aconteceu na cidade de Ardea, região metropolitana de Roma. Na ocasião, um homem armado com uma pistola Beretta 7,65 mm, disparou contra os irmãos David, de cinco anos, e Daniel Fusinato, de 10, além de ter atirado também em um idoso de 74 anos, chamado Salvatore Ranieri.

Na ocasião, o cidadão armado disparou contra os irmãos que brincavam em um parquinho. Ranieri, que passeava de bicicleta na região, também foi atingido pelos tiros ao tentar ajudar os meninos.

De acordo com a polícia, o responsável pelos crimes é um homem chamado Andrea Pignani, que logo após os disparos fugiu para sua casa e tirou a própria vida. A polícia revelou que o cidadão tinha 35 anos e estava desempregado.

Há sete meses Andrea havia perdido o pai — que era dono da arma dos crimes — além disso, em maio, o responsável pelos disparos havia sido submetido a uma consulta psiquiátrica em decorrência de um "estado de agitação psicomotora". Contudo, não fazia nenhum tratamento psiquiátrico.

Segundo os parentes das vítimas, Pignani não tinha nenhuma relação com as crianças e com o idoso que matou. Agora, a polícia tenta entender a motivação desses crimes que chocaram a Itália. Sabe-se que o local dos assassinatos agora se tornou um memorial, em respeito e homenagem às vítimas.