Notícias » Rússia

Na Rússia, centenas de pessoas são presas por protestarem contra prisão de Alexei Navalny

Atos ocorreram em mais de 60 cidades. Organização que monitora os protestos informa que mais de 860 pessoas foram detidas nas manifestações

Fabio Previdelli Publicado em 24/01/2021, às 11h00

Navalny durante campanha em 2013
Navalny durante campanha em 2013 - Wikimedia Commons

Depois de deixar a Alemanha — onde era tratado após uma suspeita de envenenamento — e voltar para a Rússia, nessa semana, Alexei Navalny, principal opositor de Vladimir Putin, foi detido e acabou sendo preso.  

Porém, a notícia de seu cárcere não foi bem aceita por seus apoiadores, que pediram por sua libertação em protestos que ocorreram ontem, 23, em cidades como Khabarovsk, Vladivostok, Yakutsk, Novosibirsk, Barnaul, Ivanovo, Ecaterimburgo e Tomsk. 

Os protestos foram convocados em mais de 60 distritos russos. Imagens dos atos de apoio a Navalny foram compartilhadas em sua rede social. Segundo informações da Reuters, a organização que monitora os protestos, a OVD Info, já contabilizou a prisão de mais 860 pessoas, que foram detidas durante os atos.  

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por @yulia_navalnaya

 

Entre elas, está Yulia Navalnaya, esposa de Alexei. "Desculpem a má qualidade da foto, a luz não é boa dentro do camburão", escreveu Yulia em uma publicação em uma rede social.