Notícias » África

Na Tanzânia, 45 pessoas morrem durante cerimônia em homenagem a presidente falecido

Segundo informações da polícia local, as diversas vítimas se envolveram em um tumulto quando tentaram entrar na solenidade

Pamela Malva Publicado em 30/03/2021, às 10h30 - Atualizado às 10h31

Imagem do enterro de John Magufuli, ex-presidente da Tanzânia
Imagem do enterro de John Magufuli, ex-presidente da Tanzânia - Divulgação/Youtube/África News

No último dia 17 de março, o então presidente da Tanzânia, John Magufuli, de 61 anos, faleceu, devido a problemas cardíacos. Dias depois, durante cerimônia em homenagem ao político, cerca de 45 pessoas morreram, de acordo com dados da polícia local.

A solenidade aconteceu no estádio de Dar es Salaam, no domingo, 21. Os números referentes ao episódio, contudo, só foram divulgados pelos oficiais nesta terça-feira, 30. Segundo informações reunidas pela AFP, via UOL, crianças e diversos membros de uma mesma família estão entre as vítimas.

"Muitas pessoas queriam entrar no estádio e algumas não foram pacientes” explicou Lazaro Mambosasa, o comandante da polícia em Dar es Salaam, à AFP. “Forçaram a entrada e provocaram uma correria. Quarenta e cinco pessoas morreram.”

Na ocasião, milhares de civis prestaram homenagens ao presidente, mesmo em plena pandemia. Em prantos, diversas pessoas desmaiaram no meio da cerimônia e precisaram ser levadas pelos agentes de segurança do local, segundo a África News.

Presidente da Tanzânia desde 2015, John Magufuli faleceu devido a um problema em seu coração, segundo laudos oficiais. Para a oposição, contudo, ele foi vítima do Coronavírus. Mesmo assim, logo após sua partida, o político foi sucedido por Samia Suluhu Hassan, que tornou-se a primeira candidata mulher a assumir a presidência do país.

Fotografia do presidente John Magufuli / Crédito: Divulgação/Flickr

 

Sobre a Covid-19

De acordo com as últimas informações divulgadas pelos órgãos de saúde, atualmente, o Brasil registra 12.573.615 de pessoas infectadas, e as mortes em decorrência da doença já chegam em 313.866 no país.

A Tanzânia, por sua vez, registrou apenas 509 casos de Coronavírus desde o começo da pandemia. Destes, 183 pessoas se recuperaram da doença, enquanto outras 21 forma vítimas fatais dos sintomas gerados pela Covid-19.

Em 1º de dezembro de 2019, o primeiro paciente apresentava sintomas do novo coronavírus em Wuhan, epicentro da doença na China, apontou um estudo publicado na revista científica The Lancet em fevereiro deste ano.  

De lá pra cá, a doença já infectou 127.720.218 de pessoas ao redor do mundo, totalizando mais de 2.793.564 de mortes.