Notícias » Mundo

Na Turquia, homem é acusado de matar esposa grávida por seguro de vida

O casal estava no topo de um penhasco quando o suposto crime ocorreu

Ingredi Brunato, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 19/02/2021, às 08h00

Uma das últimas fotografias do casal antes da morte da esposa
Uma das últimas fotografias do casal antes da morte da esposa - Divulgação

Segundo repercutido recentemente pelo UOL, um homem está sendo investigado na Turquia por ter supostamente assassinado sua esposa grávida para receber seguro de vida equivalente a 401 mil reais. 

Hakan Aysal, de 40 anos, foi preso no fim do ano passado sob suspeita de ter assassinado sua esposa, Semra Aysal, de 32 anos, que morreu há dois anos após cair de um penhasco. O casal tirava fotos antes de a queda ocorrer, e a princípio o caso foi considerado como um acidente, fruto de um desequilíbrio momentâneo. 

Após descobrirem que Hakan havia feito o seguro da esposa pouco antes do falecimento dela, todavia, investigadores turcos passaram a acreditar que o homem a teria empurrado. Vale dizer ainda que Semra era, àquele ponto, uma gestante de sete meses. 

De acordo com o The Sun, um jornal britânico, o homem turco diz que é inocente e não sabia que o seguro de vida de Semra lhe garantiria uma pequena fortuna no caso do falecimento dela:  "Não examinei muito a apólice. O banqueiro providenciou a papelada. Eu havia acabado de trazê-lo [o seguro] para minha esposa assiná-lo”, alegou ele.