Notícias » Turquia

Na Turquia, homem tenta assassinar o patrão com saliva contaminada por coronavírus

Segundo site local, Ramazan Cimen se envolveu em uma confusão no trabalho e, para resolver seus problemas, comprou a secreção infectada na internet para matar o chefe

Alana Sousa Publicado em 09/02/2021, às 13h45

Representação artística de novo coronavírus
Representação artística de novo coronavírus - Divulgação/Pixabay

Na Turquia, um caso bizarro ganhou a atenção da mídia. Conforme divulgou o portal UOL, um homem tentou assassinar o próprio chefe transmitindo o vírus da Covid-19 de uma maneira inusitada. O caso foi descoberto, e a vitima conseguiu evitar a contaminação.

O indivíduo identificado como Ramazan Cimen estaria estremecido com seu patrão. Então, decidiu comprar a saliva de uma pessoa contaminada com o coronavírus pela internet. Em seguida, colocou a substância no copo de Ibrahim Unverdi, o dono da concessionária para qual trabalhava.

Felizmente, outro funcionário alertou o proprietário, que conseguiu evitar uma situação possivelmente fatal. Ao site local Hurriyet, Unverdi relatou em entrevista: “Eu preferia que ele me matasse em vez de tentar me infectar com o vírus. Minha mãe e meu pai têm uma doença crônica. Se ele me infectasse com covid-19, eu poderia ter infectado minha família e as pessoas ao meu redor. Pelo menos se ele atirasse na minha cabeça, eu seria o único a morrer. Não há necessidade de ser tão mau”.

A confusão se deu quando o chefe deu uma grande quantia de dinheiro para Cimen levar ao escritório. O turco, no entanto, entregou toda a verba para uma agiota ao qual estaria devendo.

Agravando ainda mais a situação, Ramazan mandou uma mensagem de texto para o patrão dizendo: “Não pude te matar com o vírus. Vou atirar em sua cabeça da próxima vez”. A vítima denunciou o caso à polícia da região, que agora está em busca do criminoso foragido.