Notícias » Entretenimento

'Não adianta esconder': Sérgio Mamberti fala sobre bissexualidade aos 82 anos

Reconhecido por seu papel como Dr. Victor no Castelo Rá-Tim-Bum, o ator revelou sua relação de 37 anos com Ednaldo Torquato

Pamela Malva Publicado em 12/07/2021, às 19h00 - Atualizado em 13/07/2021, às 10h00

Fotografia de Sérgio Mamberti
Fotografia de Sérgio Mamberti - Ministério da Cultura/ Creative Commons/ Wikimedia Commons

Em abril deste ano, o ator Sérgio Mamberti lançou sua biografia, intitulada 'Sérgio Mamberti: Senhor do Meu Tempo'. Agora, aos 82 anos, o artista comentou sobre seus antigos relacionamentos, em entrevista ao site 'Notícias da TV', segundo a revista Quem.

Durante a conversa, Sérgio falou sobre sua ex-esposa, Vivian Mehr, que morreu em 1980, e de seu ex-namorado, Ednaldo Torquato, falecido em 2019. Questionado sobre as duas relações, então, o ator pontuou que “não adianta esconder" sua bissexualidade.

Vivian e eu ficamos 18 anos juntos, até a morte dela. Ela me deu três filhos. Eu tinha uma parceria extraordinária com ela”, comentou o ator, ainda em entrevista. “Eu via que a vida dela seria curta por causa desse processo da asma dela.”

Sérgio também comentou, durante a conversa, que sempre achou o diagnóstico de asma de Vivian bastante “misterioso”, sendo que, para o ator, a causa da morte de sua esposa provavelmente foi fibrose cística. “Acompanhei a Vivian até os últimos momentos dela, foi um dos momentos mais difíceis que passei na minha vida”, comentou.

Sérgio Mamberti em discurso / Crédito: Secretaria Especial da Cultura do Ministério da Cidadania/ Creative Commons

 

“Nós tínhamos uma sincronia de pensamentos e de criatividade, embora fossemos bem diferentes. Fiquei quase dois anos me recuperando [do luto]”, pontuou o artista, reconhecido por representar o Dr. Victor, do programa infantil 'Castelo Rá-Tim-Bum'.

Juntos, Vivian e Sérgio tiveram três filhos, Fabrício, Carlos e Eduardo. A proximidade, inclusive, abriu portas para que o ator comentasse sobre a bissexualidade com sua esposa. Em determinado momento, Sérgio conheceu Ednaldo Torquato, com quem adotou uma filha, Daniele, e manteve uma relação durante 37 anos.

Ainda em entrevista ao 'Notícias da TV', o ator revelou que toda a sua família sabia sobre a relação. "Como é que eu ia esconder dos meus filhos que eu estava com um companheiro, sendo que ele morava comigo?”, comentou.

Ed era bem mais jovem que eu, mas o final da vida dele também foi complicado”, lembrou. “Ele entrou num processo depressivo e não conseguia, profissionalmente, se estabelecer. Então, ele teve uma síndrome que se chama Wernicke-Korsakoff.”

“Sei que nunca vou me recuperar dessas duas perdas”, finalizou o ator, “mas a vida exige coragem e esperança para seguir em frente". Por isso, inclusive, Sérgio declarou seu amor por ambos os parceiros em sua biografia, onde também falou sobre o luto.