Notícias » Mundo

Terry Crews se manifesta após tapa de Will Smith em Chris Rock: 'Difícil imaginar o que teria acontecido'

Após a polêmica entre Will Smith e Chris Rock, o ator, que é amigo dos dois, fez uma forte declaração. Veja

Redação Publicado em 23/04/2022, às 12h12 - Atualizado em 26/04/2022, às 00h17

Terry Crews em defesa de Will Smith após tapa em Chris Rock no Oocar
Terry Crews em defesa de Will Smith após tapa em Chris Rock no Oocar - Getty Images

Quem teve a infância e adolescência começando nos anos 2000, com certeza lembra do papel de Terry Crews como Julius, famoso pai da família de Chris do seriado norte-americano “Todo Mundo Odeia o Chris”, exibido aqui no Brasil pela “TV Record”.

E nesta última sexta-feira, 22, o ator veio à público mostrar a sua visão sobre o tapa dado Will Smith no comediante Chris Rock, após ele ter feito piadas sobre a queda de cabelo de sua esposa, Jada Smith.

Terry disse que Will e Chris são queridos amigos em sua vid, e refletiu sobre o ocorrido na premiação. Para o astro, se Rock reagisse violentamente a um tapa na cara de Smith, seria terrível não apenas para sua carreira, mas para a indústria como um todo. 

Crews também disse que poderia se colocar no lugar de Chris, citando seu suposto assédio por executivos de Hollywood em uma festa em 2016.

O ator disse que se comparava com seus colegas, pois conseguia manter o controle em situações extremas.

Tanto Will Smith quanto Chris Rock são queridos, queridos amigos meus. Eu amo os dois como irmãos, mas houve um tempo na minha vida [onde] eu era Will Smith naquele momento, e deixe-me dizer a você, eu fiz pior do que Will. Muito exagero, só que... a punição não se encaixava no crime. Tipo, as pessoas diziam: “O que diabos você está fazendo?” Minha esposa até teve que dizer: “Você tem que me prometer que nunca vai sair assim. Você não precisava pegar esse homem e colocar a cabeça dele no concreto.” No minuto em que fiz isso, me arrependi. Eu fiquei tipo, “Por que eu fiz isso?” Eu não conseguia me controlar. Eu literalmente não tinha controle. Se o vento estivesse certo, eu estava indo certo. Se o vento fosse para a esquerda, eu ia para a esquerda. E não foi até eu ser Chris Rock literalmente naquele momento – quando fui agredido pelo agente Adam Venit – e escolhi estar no controle. Eu escolhi manter tudo junto. Poderia ter caído no caos. Teria sido o meu fim. Quando olho para trás, pelo que Chris fez, apenas decidindo manter tudo junto, na verdade, acho que de muitas maneiras salvou Hollywood. Porque se tivesse havido uma briga naquele palco, não sei se Hollywood voltaria a ser respeitado, sabe? É difícil até imaginar o que teria acontecido", afirmou o ator ao Hollywood Reporter.

Punição no Oscar

Will Smith foi proibido de participar de qualquer evento do "Oscar" pelos próximos dez anos. A punição veio depois que o ator pediu renúncia da Academia. Antes disso, o vencedor da estatueta de Melhor Filme por 'King Richard: Criando Campeãs' pediu publicamente desculpas a Chris Rock pelas redes sociais.


*Com informações de: Hollywood Reporter e Fox News.