Notícias » Estados Unidos

"Não há provas de que votos ilegais estejam sendo contabilizados", afirma membro da Comissão Eleitoral Federal

A advogada Ellen Weintraub contraiu as declarações de Donal Trump de que a contagem é fraudulenta

Alana Sousa Publicado em 07/11/2020, às 13h15

Fotografias de Joe Biden e Donald Trump, respectivamente
Fotografias de Joe Biden e Donald Trump, respectivamente - Getty Images

Enquanto a contagem dos votos para definir o novo presidente dos Estados Unidos continua em andamento, mais polêmicas vão surgindo. Desde o início da apuração, Donald Trump, candidato a reeleição, acusa de fraudulento o processo e, seus eleitores e apoiadores, alimentam a teoria com fake news nas redes sociais.

Neste sábado, 7, a advogada Ellen Weintraub, membro da Comissão Eleitoral Federal dos Estados Unidos, disse em entrevista à CNN que “Não há nenhuma prova de que tenha ocorrido fraude nas eleições americanas”.

Para a advogada a contagem está acontecendo da maneira correta. “Não há provas de que votos ilegais estejam sendo contabilizados. Não sou só eu que estou dizendo isso. Há pessoas pelo país todo, especialistas apartidários, vindo a público para falar sobre a eleição”, explicou.

A polêmica teve início, quando Trump fez uma declaração controversa, na qual afirmou: “Isso é uma fraude para o povo americano. Isso é uma vergonha para o nosso país. Estávamos nos preparando para vencer esta eleição. Por direito, vencemos esta eleição. Iremos para a Suprema Corte dos Estados Unidos. Queremos que todas as votações parem”.