Notícias » Espaço

NASA busca parceiro para missão tripulada à Lua

Lançamento, inclusive, já tem data prevista; viagem será a primeira com tripulantes desde a Apollo 17, de 1972

Fabio Previdelli Publicado em 24/03/2022, às 11h14

A pegada de Buzz Aldrin na Lua
A pegada de Buzz Aldrin na Lua - NASA

Na última quarta-feira, 23, a NASA deu mais um passo na continuidade do programa espacial Artemis, que deverá ser a primeira missão tripulada à Lua desde 1972, quando a Apollo 17 foi lançada em 7 de dezembro

Em um comunicado divulgado à imprensa, a agência espacial americana anunciou a abertura de parcerias com a iniciativa privada para a construção de “landers”, como são chamados os módulos responsáveis pela aterrissagem dos astronautas

Segundo o comunicado, conforme repercutido pelo NerdBunker, os projetos devem começar após a missão Artemis III, depois da chegada da equipe à superfície de nosso satélite natural e da instalação de uma estação espacial na órbita da Lua, que ganhará o nome de Gateway. 

Desta forma, os landers ajudarão a aumentar a quantidade de equipes em deslocamento entre a superfície da Lua e a estação, além de contribuir para que uma maior quantidade de amostras do solo e ferramentas de exploração sejam transportadas.

Inicialmente, o lançamento do programa Artemis está previsto para abril de 2025, mas a parceria não se resume apenas à missão lunar, visto que a NASA busca colaboradores para viagens a outros planetas. 

“Sob o Artemis, a NASA vai operar uma série de missões inovadores tanto na Lua como nos arredores a fim de nos preparar para o próximo grande passo para a humanidade: uma missão tripulada a Marte”, aponta Bill Nelson, astronauta e administrador da NASA. 

Dividia em três fases, o programa Artemis começa ainda em 2022. Neste ano e em 2024, serão realizadas as duas primeiras partes, que consistem em fases de testes para a parte três, que seria a viagem tripulada à Lua.A viagem deve levar dois astronautas até nosso satélite natural: o que incluiria a primeira mulher a pisar na Lua.