Notícias » Espaço

NASA e Nokia instalarão internet 4G na Lua em 2022

Com a medida, Agência Espacial visa melhorar o trabalho e as condições de futuros programas tripulados, ou não, em nosso satélite natural

Fabio Previdelli Publicado em 20/10/2020, às 10h51

Imagem ilustrativa da lua
Imagem ilustrativa da lua - Pixabay

A NASA anunciou na tarde de ontem, 19, que firmou parceria com a empresa finlandesa de telecomunicação Nokia para a construção da primeira rede de celular na Lua. De acordo com a Agência Espacial, o primeiro sistema de comunicação banda larga sem fio no espaço será implementado na superfície de nosso satélite natural no final de 2022, antes mesmo que os humanos retornem. 

Afinal, a próxima missão tripulada à Lua só deve ocorrer dois anos depois, em 2024, que será uma estadia de longo prazo para o programa Artemis. O equipamento será enviado por meio de um módulo lunar que será produzido por uma empresa privada de design de naves espaciais, a Intuitive Machines, sediada no Texas.  

Com a chegada ao espaço, a rede de internet se configurará automaticamente, estabelecendo um sistema de comunicações 4G/LT que, futuramente, "buscará aplicações espaciais da tecnologia sucessora do LTE, o 5G", diz a empresa finlandesa.  

Após sua implementação, os astronautas poderão se comunicar por voz e vídeos além de poderem trocar dados biométricos e telemétricos, que permitirá a medição e comunicação de informações entre sistema. Outro ponto destacado pela Nokia é que isso possibilita a implantação e o controle remoto de veículos lunares e quaisquer outros dispositivos robóticos. 

A NASA informou que o módulo será projetado pensando em todas as condições extremas de lançamento e pouso lunar. Vale ressaltar que todos os equipamentos enviados à Lua possuem restrições de tamanho, peso e energia das cargas espaciais, sendo extremamente compactados.