Notícias » EUA

Nasa não irá mudar nome de telescópio após polêmica com homofobia

Instrumento foi batizado com o nome de diretor da agência, acusado de crime de homofobia

Redação Publicado em 04/10/2021, às 14h13 - Atualizado às 19h37

James Webb
James Webb - Domínio público / NASA

Mesmo diante de uma polêmica envolvendo um ex-administrador da Nasa, acusado de ter cometido crime de homofobia, a agência espacial decidiu manter uma homenagem feita a ele.

Conforme informou o site olhar digital, o telescópio James Webb, que promete revolucionar o mundo da astronomia, não deverá mudar de nome, apesar de uma petição com mais de 1,2 mil assinaturas ter solicitado a alteração.

No passado, o homem que esteve à frente da Nasa entre os anos de 1961 e 1968 teria permitido que a segurança do órgão interrogasse funcionários por serem homossexuais. No entanto, a agência afirma não ter encontrado evidências que justifiquem a troca de nome.

“Não encontramos evidências, neste momento, que justifiquem a mudança do nome do Telescópio Espacial James Webb”, afirmou Bill Nelson, atual administrador da agência à rádio americana NPR. Ele declarou na ocasião que a Nasa conduziu uma investigação sobre o histórico de Webb, porém sem divulgar detalhes sobre o tema. 

“Na melhor das hipóteses, o histórico de Webb é complicado”, declarou Chanda Prescod-Weinstein, quem é cosmologista da Universidade de New Hampshire e organizadora da petição. “E, na pior das hipóteses, basicamente estamos enviando para o céu este instrumento incrível com o nome de um homofóbico, na minha opinião”, finalizou.