Notícias » Astronomia

Nasa transcreve o som da Via Láctea em técnica impressionante

Fazendo um mapeamento de campos harmônicos musicais com dados de fotografias astronômicas, a agência obteve um resultado surpreendente

Wallacy Ferrari Publicado em 24/09/2020, às 14h48

Fotografia registra constelação ligada a Via Láctea
Fotografia registra constelação ligada a Via Láctea - Flickr / Abdul Rahman

Uma impressionante transcrição feita pelo observador de raios-X Chandra conseguiu transformar dados de imagens astronômicas em áudio graças a um processo chamado sonificação. O resultado, produzido pela NASA, consegue obter o som dos movimentos celestes — e utilizou a Via Láctea, os Pilares da Criação e a supernova Cassiopeia A para testar a nova ferramenta.

O processo é idêntico ao feito pelos astrônomos, que traduzem códigos digitais de telescópios em representações visuais. A sonificação, por sua vez, representa a posição e brilho das fontes de luz e, posteriormente, é traduzido para campos harmônicos semelhantes aos usados na música. O processo, no entanto, não é uma reprodução do som proporcionado pela galáxia, mas um mapeamento de instrumentos com dados astronômicos.

Na tentativa, o Centro Galáctico da Via Láctea foi convertido em pianos, harpas, sinos e instrumentos de percussão pelo vasto número de corpos celestes. Já a supernova Cassiopeia A teve seus dados traduzidos para o campo harmônico dos instrumentos de corda.

Para proporcionar ainda mais riqueza em detalhes, o som no vídeo é binaural, ou seja, possui um som que se move de acordo com os movimentos celestes — sendo audível apenas com fones de ouvido.

Confira abaixo a transcrição dos sons para as imagens astronômicas: