Notícias » Astronomia

NASA volta a ter notícias de uma de suas espaçonaves mais antigas

A agência espacial nunca havia ficado tanto tempo sem trocar sinais com a nave de 43 anos de idade

Ingredi Brunato Publicado em 05/11/2020, às 14h30

Ilustração artística da sonda
Ilustração artística da sonda - Wikimedia Commons

NASArecentemente retomou contato com uma de suas espaçonaves mais antigas, após um recorde de quase oito meses de silêncio. Voyager 2, que foi lançada no espaço em 1977, está atualmente a 18,7 bilhões de quilômetros da Terra, podendo ser considerado o objeto de construção humana mais distante do planeta

A razão por trás do intervalo sem trocar sinais de rádio não foi nada extraordinário e sim uma questão técnica: a  Deep Space Station 43 ( DSS-43), única antena do mundo que é capaz de se comunicar com a nave, precisou ser desligada para manutenção no fim de março deste ano. 

O procedimento, que trocou as peças da antena pra outras mais modernas, ainda não está terminado, todavia, avançou o suficiente para que fosse realizado um teste preliminar. Felizmente, o contato com a Voyager 2, que hoje em dia nem está mais dentro do Sistema Solar, foi retomado com sucesso. 

“A agência tomou a decisão de conduzir essas atualizações para garantir que a antena possa continuar a ser usada para missões atuais e futuras. Para uma antena de quase 50 anos, é melhor ser proativo do que reativo com manutenção crítica.” explicou Philip Baldwin, gerente de operações do programa de Comunicações e Navegação Espacial da NASA, segundo apurado pelo UOL.