Notícias » Oriente Médio

Navio militar brasileiro se safou por pouco de explosão que desolou Porto em Beirute

Fragata Independência, que faz parte da Força-Tarefa Marítima brasileira, conseguiu escapar de explosão do Líbano apenas 10 minutos antes do ocorrido.

Giovanna de Matteo Publicado em 05/08/2020, às 10h08

Fragata Independência
Fragata Independência - Wikipedia

Um navio brasileiro saiu intacto e por muito pouco não foi afetado pela explosão que ocorreu ontem na capital do Líbano. Fontes do ministério da Defesa divulgaram que a fragata brasileira estava atracada próxima a uma embarcação de Bangladesh, que infelizmente não conseguiu fugir a tempo. Poucos minutos antes da explosão a Fragata Independência se retirou para ceder lugar a outra embarcação.

A Defesa também declarou que o navio brasileiro tentou oferecer auxílio ás embarcações, mas que não foi preciso. Para mais, a Marinha Brasileira contatou a tripulação da Fragata e logo divulgou uma nota informando que ninguém se feriu. "Todos os militares componentes da Força Tarefa Marítima (UNIFIL) da MB estão bem e não há feridos", afirmaram.

No instante da explosão, o navio se encontrava patrulhando a região nomeada como 'Área de Operações Marítima' da Força Interina das Nações Unidas no Líbano (UNIFIL), a  aproximadamente 15 km do Porto de Beirute, local do incidente.

Uma nota oficial foi divulgada na última terça-feira, 4, às 17h03, horário de Brasília, pelo Ministério de Relações Exteriores do Brasil, afirmando que até agora não houve casos de civis brasileiros mortos ou feridos durante a explosão.