Notícias » Arqueologia

Neandertais tinham a capacidade de fazer cordas, afirma estudo

Essa descoberta mostra que os primeiros homens tinham uma inteligência muito maior do que imaginávamos

Paola Churchill Publicado em 10/04/2020, às 07h00

Cordas feita pelos neandertais ao lado de uma reconstrução de um neandertal
Cordas feita pelos neandertais ao lado de uma reconstrução de um neandertal - Divulgação

Um estudo divulgado professor Bruce Hardy, revelou que entre 41 a 52 mil anos atrás, uma pessoa pegou alguns pedaços de fibra, torceu-as e as colocou em uma pequena ferramenta de pedra.  Essa é a evidência direta mais antiga de algum ser humano usando fibras para criar um barbante.

Mas o que pode parecer ser algo moderno foi feito, na verdade, por um Neandertal que morava na área que atualmente é a França. Isso é mais uma prova da inteligência dos primeiros homens. Com base nas fibras encontradas, Bruce e sua equipe suspeitavam que aquelas pessoas estivessem tentando fabricar cordas. 

Escavações em Abri Du Maras, na França / Crédito: Divulgação 

 

“Eu também sabia que esse seria um grande passo para entender os Neandertais e ajudei a demonstrar que eles não eram tão diferentes de nós” afirma o pesquisador.

Por ser perecível, esse material é muito difícil de ser encontrado nos registros arqueológicos. Quando se trata do período Paleolítico Médio Europeu (entre 30 mil a 300 mil anos atrás) os historiadores esperam encontrar artefatos duráveis como ossos e pedras, e não um cordão de seis milímetros de comprimento feito com três feixes de fibra entrelaçados.

O achado foi feito pelo diretor das escavações em Abri Du Maras, na França. Embora exista a possibilidade de o fio estar atrelado ao pedaço de pedra — que foi encontrado junto a ele —, os especialistas não descartam a possibilidade de que a corrente pode não estar vinculada ao pedregulho.