Notícias » Arqueologia

Neandertais tinham capacidades auditivas parecidas com as nossas, segundo estudo

A descoberta revela que nossos primos extintos, assim como nós, eram anatomicamente desenvolvidos para entender uma linguagem

Ingredi Brunato, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 02/03/2021, às 07h00

Fotografia de reconstrução de ouvidos de neandertais, comparados com ouvidos humanos
Fotografia de reconstrução de ouvidos de neandertais, comparados com ouvidos humanos - Divulgação/ Mercedes Conde-Valverde/Universidad de Alcala

Segundo um estudo publicado na última segunda, 1, na revista científica Nature, os neandertais tinham estruturas direcionadas para a audição e a fala que lhes permitiriam uma comunicação semelhante à dos humanos. 

A conclusão foi alcançada através da reconstrução digital dos ouvidos de neandertais tomando como base tomografias computadorizadas dos crânios consevados e atualmente disponíveis deles. 

A técnica permitiu que os pesquisadores identificassem que a espécie prima do Homo sapiens era capaz de ouvir — e, por extensão, provavelmente reproduzir — sons de consoantes como “s”, “k”, “t” e “d”, que também aparecem nas linguagens que são faladas atualmente. 

“Não sabemos se eles tinham uma língua, mas pelo menos tinham todas as partes anatômicas necessárias para ter o tipo de fala que temos. Não é que eles tivessem a mesma língua, nem inglês, nem espanhol, nada disso. Mas se pudéssemos ouvi-los, reconheceríamos que eram humanos”, esclareceu a pesquisadora Mercedes Conde-Valverde, que esteve envolvida no estudo.