Notícias » Idade Média

Nem pense nisso! Biblioteca Britânica digitaliza livro de boas maneiras do século 15

Escrita à mão, a obra é datada de 1480 e contém diversas regras e instruções de comportamento à mesa

Pamela Malva Publicado em 27/02/2020, às 08h00

Páginas do livro de cortesia do século 15
Páginas do livro de cortesia do século 15 - Biblioteca Britânica

Publicado originalmente em 1480, um livro manuscrito sobre boas maneiras foi digitalizado pela Biblioteca Britânica, para que possa ser lido nos dias de hoje. Destinado às crianças da época, a obra foi divulgada no site infantil da instituição.

Seu título, escrito em um inglês que remonta à Idade Média, foi identificado como The Lytille Childrenes Lytil Boke. Produzida em uma caligrafia elaborada, a obra faz parte de um gênero conhecido como “livros de cortesia”, comuns entre os séculos 13 e 18 na Europa.

Nas páginas pardas, foram identificadas diversas regras de bom comportamento, bem como instruções detalhadas sobre boas maneiras à mesa. Segundo a Biblioteca Britânica, a edição pode ter pertencido a uma criança chamada Maria, considerando o nome rabiscado em uma das folhas.

Outras duas páginas digitalizadas do livro do século 15 / Crédito: Biblioteca Britânica

 

Entre as muitas das regras, os pequenos são instruídos a não mexer nas orelhas ou no nariz, não cutucar os dentes com a faca e não cuspir sobre a mesa. Rir, sorrir e falar demais também eram considerados maus comportamentos, enquanto arrotar era estritamente proibido.

Para os pais da época, os livros de cortesia eram uma forma de melhorar a perspectiva de futuro dos pequenos. Isso porque, de acordo com a Biblioteca Britânica, imaginava-se que os bons comportamentos levariam crianças às cortes — seja trabalhando, ou se casando com a realeza.