Notícias » Entretenimento

Netflix sofre processo nos Estados Unidos em decorrência do filme Cuties

De acordo com site, a plataforma de streaming enfrenta acusações criminais por material considerado obsceno. Entenda!

Penélope Coelho Publicado em 08/10/2020, às 12h14

Protagonistas do filme francês Cuties
Protagonistas do filme francês Cuties - Divulgação / Netflix

Na última quarta-feira, 7, um júri do Texas, Estados Unidos, indiciou a Netflix por divulgar através do filme francês Cuties, um material considerado obsceno. As informações são do portal Entertainment Weekly.

A plataforma de streaming agora enfrenta uma acusação criminal por — segundo o documento — promover “material obsceno contra a paz e a dignidade do Estado”. Além disso, a plataforma também é acusada de “retratar a exibição obscena dos órgãos genitais ou da região púbica de uma criança vestida ou parcialmente vestida que tinha menos de 18 anos”.

A acusação também reitera que o longa não teve nenhum “valor literário, artístico, político ou científico sério”. O filme lançado em agosto conta a história de Amy, uma menina de 11 anos que entra para um grupo de dança. Desde sua estreia Cuties vem gerando polêmicas.

A Netflix por sua vez, havia comentado anteriormente sobre as opiniões em relação à produção audiovisual: "Sentimos profundamente pela arte inadequada que usamos para Cuties [...] Não foi legal, nem representava este filme francês que ganhou um prêmio no Sundance.”, disse um porta-voz da plataforma através de comunicado oficial.