Notícias » Crimes

Nigéria: Cerca de 150 alunos desaparecem após ataque armado em escola

A região já sofreu ataques do Boko Haram no passado, mas pode ser alvo de uma gangue de sequestradores

Wallacy Ferrari, sob supervisão de Alana Sousa Publicado em 06/07/2021, às 14h00

Sala de aula onde jovens foram recolhidos
Sala de aula onde jovens foram recolhidos - Divulgação / YouTube / AFPTV

Cerca de 150 alunos de uma escola localizada no estado de Kaduna, no noroeste da Nigéria, estão desaparecidos após um ataque na última segunda-feira, 5, ainda sem autoria. A região costuma sofrer ataques do grupo extremista Boko Haram, mas também tem sido vítima de sequestradores desde dezembro de 2020, como informa o portal UOL.

Testemunhas presenciaram a Bethel Baptist High School sendo invadida na noite do crime com homens disparando indiscriminadamente. Um dos administradores da escola cristã, John Hayab, conseguiu escapar com outras 25 crianças, mas não tem novas informações sobre as outras, em um colégio com aproximadamente 180 alunos — o filho de 17 anos de John está entre os desaparecidos.

De acordo com autoridades locais, oficiais de segurança isolaram o edifício logo após a descoberta do ataque, ocorrido entre as 23h de domingo de 4h da manhã da última segunda-feira, 5, acolhendo os jovens afetados pela ação criminosa e coletando evidências da passagem do grupo armado.

O UOL acrescenta que o estado de Kaduna é particularmente afetado por ataques contra a cultura ocidental e o ensino, com mais de mil jovens sequestrados desde dezembro do ano passado, com 150 deles ainda desaparecidos.