Notícias » Afeganistão

No Afeganistão, mulher perde voo para os EUA e diz que ninguém a avisou

"Não acredito que ninguém me contou que era o último voo", disse a americana

Redação Publicado em 31/08/2021, às 15h11

Avião da Força Aérea dos EUA
Avião da Força Aérea dos EUA - Getty Images

Uma cidadã norte-americana que vivia no Afeganistão perdeu o último voo para os Estados Unidos na última segunda-feira, 30. Ela declarou, em entrevista à CNN, que não foi avisada de que o avião estava partindo e que acabou se atrasando.

"Me atrasei por pouco tempo. Não acredito que ninguém me contou que era o último voo", disse a mulher. A emissora decidiu chamá-la de Sara, a fim de preservar sua identidade. "Nunca senti meu coração batendo como hoje quando me contaram que os americanos tinham ido embora", lamentou.

Outros americanos

Sara afirmou que atuava como intérprete dos militares americanos no Afeganistão e declarou ter abrigado 37 civis, incluindo 19 crianças, duas das quais tinham deficiência. Segundo ela, as famílias as quais ajudou atuaram em prol dos Estados Unidos. 

No entando, a intérprete não foi a única pessoa a ser deixada para trás. Há uma lista de ao menos cem cidadãos norte-americanos que não foram levados de volta à terra natal.

Os EUA encerram as operações de evacuação na última segunda-feira, 30, correndo contra o tempo em razão do prazo dado pelo Talibã para retirada das tropas do território.